Reset: Vida após neopentecostalismo

Por Tiago Hirayama

Após muitos anos vividos dentro de uma igreja neopentecostal, foi preciso muitos anos de restabelecimento, de recomposição, de pensamento, de vivência, de experiência, e de estudos. Já fazem quase 10 anos que deixei o movimento, mas só agora estou conseguindo fazer análises mais críticas da minha situação e daquilo que experimentei.

A verdade é que a cosmovisão neopentecostal é avassaladora, destruidora, que levou anos para me recompor, para me restabelecer como pessoa normal,  que não fique atirando jargões a rodo para tudo e todos os cantos — uma pessoa que conversa normalmente, uma pessoa que procura entender o que as outras pessoas estão falando, uma pessoa que olha para as outras sem um olhar de superioridade que muitas vezes permeia as igrejas neopentecostais; pelo simples fato da ênfase nas outras línguas criar dentro das pessoas um ar de superioridade entre aqueles que são “batizados no Espírito” e aqueles que não são.

Não estou aqui para me gabar de um conhecimento alcançado, ou muito menos de desfazer daqueles que ainda frequentam igrejas neopentecostais. Mas sim, fazer uma auto-análise de algumas curvas cruciais que tive que fazer para me livrar daquela cosmovisão.  A verdade é que eu tive que ficar um tempo isolado da religiosidade brasileira, especialmente o neopentecostalismo e sua cosmovisão, para que eu pudesse me limpar de tudo aquilo que eu tinha escutado, aprendido, vivido, e posto em prática.

Mas o que é Neopentecostalismo?

Augustus Nicodemus explica da seguinte forma: “As igrejas neopentecostais já são diferentes, as igrejas neopentecostais são focadas na questão da benção e da prosperidade. Elas são focadas na oferta de saúde, de avanço financeiro em troca de, o que eles chamam de sacrifícios, os membros da igreja precisam fazer determinados sacrifícios, fazem determinados rituais eles são sincretistas porque eles misturaram práticas do catolicismo e do espiritismo no culto. A questão da Rosa Ungida, tem uma prática Espírita, objetos abençoados como cajado de Moisés, sal, copo d’água em cima da televisão ou do rádio, então são práticas que vem da religiosidade popular. E aí aparecem Apóstolos, gente que se auto-intitula Apóstolo com autoridade absoluta sobre determinada região. Eles não têm controle da membresia, não tem escola dominical, não tem ensino bíblico, a ênfase é só na benção e na prosperidade, e tudo mais, por isso as igrejas tradicionais, inclusive Assembleia de Deus, não os consideram como irmãos. A própria Assembleia de Deus é contra essas igrejas porque acha que elas deturpam o evangelho”.

Eu pessoalmente, não vivi algumas dessas experiências que Nicodemos falou a respeito, porém, me identifico bastante com Rituais místicos e coisas do gênero. Um grande problema que  vi e continuo vendo é que os neopentecostais, muitas vezes, nem entendem que são neopentecostais. Isso é triste porque gera várias consequências, a ignorância da própria palavra, e a ignorância leva a práticas heréticas.

Conclusão

Esse é um breve texto apenas para ajudar aqueles que estão no caminho de deixar as denominações neopentecostais. Acredito que exista muitas pessoas insatisfeitas com as práticas sujas muitas das vezes, outras vezes práticas ignorantes, sem raciocínio, mas acredite que assim como eu, você vai precisar se afastar do barulho religioso para que você recomece o seu pensamento, para que você comece a pensar de uma forma bíblica, que honre ao Senhor e a sua palavra. Uma coisa que me ajudou bastante foi ler livros a respeito do cristianismo histórico, livros a respeito de como o cristianismo surgiu e foi mantido durante séculos.

Deixe seu comentário e sua pergunta se caso você deseja saber mais a respeito de livros para ler ou de vídeos, a respeito de qualquer coisa nessa questão. que Deus abençoe sua caminhada e lhe dê forças para continuar estudando e aprendendo  o sentido do verdadeiro cristianismo.

Leave a Reply

Please log in using one of these methods to post your comment:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Up ↑

%d bloggers like this: